Livros

Gonçalo Cadilhe tem passado para os livros toda a sua experiência, seja na área do surf ou das viagens.
Neste momento tem nove livros disponíveis nos locais habituais de venda: livrarias, hipermercado, e directamente junto das editoras onde publica, o Clube do Autor e a "Oficina do Livro".


Um Lugar Dentro de Nós Julho de 2012
Um Lugar Dentro de Nós
Se tu, leitor, tiveres tido a oportunidade de ler algum dos livros anteriores da minha "trilogia épica" — "Planisfério Pessoal", "África Acima" e "Nos Passos de Magalhães" — terás notado que havia um objectivo declarado de partilha e cumplicidade. Eram viagens complicadas, por vezes perigosas, com pouca liberdade de transgressão do seu itinerário e por isso tudo eram viagens praticamente irrepetíveis. Daí, a ideia da partilha: "É pouco provável, leitor, que tu alguma vez faças estas viagens, mas não te inquietes porque eu já as fiz por ti".
Pelo contrário, o objectivo de "Um Lugar dentro de Nós" é bem diferente. Com este livro encerro uma outra trilogia que se abriu com o "1 Km de Cada Vez" e que foi apurada tematicamente com o "Encontros Marcados". Este ciclo tem como fio condutor a apresentação de histórias de viagem, mas não a sua partilha. "Um Lugar Dentro de Nós", terceiro vértice desta trilogia, não pretende partilhar contigo as viagens dos outros (em que eu sou um dos outros); pretende inspirar-te com as viagens dos outros para que tu cumpras a tua.
Entrego-te o testemunho, chamo-te para o leme, é a tua vez agora, tens as pistas todas. Não sigas a minha viagem. Procura que a tua viagem surja dentro de ti.


Editora:
Clube do Autor
1ª edição
Encontros Marcados Julho de 2011
Encontros Marcados
Quando se junta na mesma pessoa o viajante, o escritor e o supersticioso — daqueles que acreditam no destino mas só depois de ele ter acontecido — qual é o resultado?
Gonçalo Cadilhe revela agora os momentos marcantes que o ajudaram a definir a sua carreira de viajante, a sua vida de espírito livre e o mundo em que se move. São encontros marcados pelo e com os quais o autor nos surpreende numa colecção de textos luminosos, sobre tudo o que nos pode acontecer a viajar pelo mundo; ou em casa a ler sobre esse mundo; ou na vida, quando crescemos, e só mais tarde, ao olhar para trás, percebemos a marca que deixou.
Neste livro, Gonçalo Cadilhe repercorre lugares, livros, filmes, canções, pessoas e momentos que fizeram dele o ser humano — e o viajante — que é hoje. Um livro pessoal, inspirador e indispensável para todos os que gostam de viajar — pelo mundo e dentro de si próprios."

Editora:
Clube do Autor
1ª edição
O Mundo é Fácil Dezembro de 2010
O Mundo é Fácil
Este livro destina-se todos os que sonharam já em viajar mas nunca souberam por onde começar nem nunca foram encorajados a partir. Destina-se a tipos gregários que nunca encontram companhia para viajar, para que fiquem a saber que a melhor companhia é a que se arranja viajando. Destina-se a mulheres independentes que irão descobrir que não precisam de um homem para nada se quiserem desaparecer pelo mundo durante uns tempos. Destina-se a pais cépticos ou preocupados por verem os filhos partir em viagem. Destina-se também a pais desesperados pela falta de maturidade dos filhos, que encontrarão aqui a melhor terapia de choque para os fazer crescer. E ainda, destina-se também a pais que partem em viagem deixando filhos invejosos e perplexos por os verem gozar a reforma com uma mochila às costas. Dos 7 aos 77 anos, nunca foi tão fácil viajar como agora. “O Mundo É Fácil” demonstra-o.

Editora: Oficina do Livro
2ª edição
1 Km de cada vez Novembro de 2009
1 Km de Cada Vez
Não há maior liberdade do que viajar ao sabor do tempo.
Neste novo livro de textos inéditos, o viajante apresenta ao leitor as suas impressões sobre as suas mais recentes andanças. Durante quinze meses, andou sem pressas e sem datas por destinos tão fabulosos e longínquos como as Galápagos, o Sudeste Asiático, a América Central, a África Austral, a Polinésia, as Caraíbas ou a Oceânia.
E, de terra em terra, entre um abraço e uma despedida, Gonçalo Cadilhe partilha com o leitor os encontros, os lugares, as leituras, os contratempos e as alegrias de uma viagem em slow-motion pelas estradas de um planeta sem segredos para o viajante mais determinado da actualidade.




Editora: Oficina do Livro
7ª edição
Tournée Dezembro de 2008
Tournée
Literalmente um “best of”, Tournée recolhe os textos preferidos de Gonçalo Cadilhe - a maior parte já publicados nos seus livros anteriores - divididos em "quatro pontos cardeais subjectivos":
- Ocidente recolhe as viagens que Cadilhe efectuou "pelos territórios descobertos por Colombo, as suas Índias, todo o pedaço de planeta que resultou da empresa colombiana";
- Sul é "tudo o que nos está a sul, e que vem precisamente do chamado sul do mundo quando se quer falar das suas regiões mais miseráveis";
- Oriente "é... oriente. Como dizia o título de um divertido filme paquistanês (...) east is east";
- Norte "aparece aqui como o contrário do sul: as regiões do mundo onde reinam a opulência, o supérfluo, um desmesurado bem-estar material jamais alcançado antes na História".


Editora:
Oficina do Livro
3ª edição
Nos Passos de Magalhães Maio de 2008
Nos Passos de Magalhães
Fernão de Magalhães é famoso em todo o mundo. A sua vida dava para um livro. E para uma viagem. Nos passos de Magalhães faz as duas coisas: um livro de viagens que tem como fio condutor a vida de Fernão de Magalhães.
De Lisboa às Filipinas, da Micronésia à Patagónia, de África à Insulíndia, Gonçalo Cadilhe construiu uma biografia itinerante do primeiro europeu a chegar ao Pacífico e reconstruiu a viagem realizada há 500 anos, a primeira à volta do globo.
Nos Passos de Magalhães é a história de lugares mágicos contada pelos olhos de um viajante moderno. Ao mesmo tempo que nos guia pela Lisboa dos Descobrimentos, pelas ruas de Sevilha, pelas fortalezas no Índico ou pelas tribos da Patagónia, Gonçalo Cadilhe reinventa a viagem de um homem que conquistou o seu lugar no mundo. E provoca no leitor o desejo de partir.

Editora: Oficina do Livro
5ª edição
África Acima Maio de 2007
África Acima
Recusando o transporte aéreo, em autocarros e comboios, em balsas e bicicletas de ocasião, à boleia em camiões ou a pé com a mochila às costas, Gonçalo Cadilhe atravessou África desde o cabo da Boa Esperança, no extremo Sul, até ao Estreito de Gibraltar, no extremo Norte.
Oito meses, quinze países, 27 000 quilómetros e 50 000 palavras resultaram num livro sincero e deslumbrado, em que as amizades, o humor, a tolerância e a humildade conseguem vencer a miséria, a corrupção, as estradas desfeitas e o calor brutal de uma viagem épica por um continente impressionante. Gonçalo Cadilhe redescobre a magia e os mistérios de uma África que continua a fascinar os grandes viajantes.




Editora:
Oficina do Livro
7ª edição
A Lua Pode Esperar Junho de 2006
A Lua Pode Esperar
Nestes textos de viagem, Cadilhe ocupa-se dos seus temas habituais: aventuras e contratempos, encontros e reencontros, subdesenvolvimento e choque cultural, pasmo e beleza, solidariedade e fé num mundo melhor.
Pela Patagónia abaixo, pela Indonésia acima, pelas ilhas do Pacífico e do Índico, pelos mares da Tasmânia ou das Caraíbas, pelas cidades dos Andes, da Europa e de África, o olhar maravilhado do viajante percorre a Terra com uma certeza: a Lua pode esperar.
Só te falta ir à Lua?, dizem-lhe. Á Lua para quê?, responde. Tudo o que me interessa está aqui, na terra.




Editora: Oficina do Livro
6ª edição
No Príncipio Estava o Mar Novembro de 2005
No Príncipio Estava o Mar
No Principio Estava o Mar" apresenta um conjunto de textos que Gonçalo Cadilhe escreveu ao longo de vários anos sobre a sua paixão pelo surf e pelas viagens. Os textos revelam o prazer no contacto com o mar, com a Natureza e finalmente com a ideia de correr o mundo — interior e exteriormente.
Inicialmente textos de surfista para surfista, "No Principio Estava o Mar" acabou por se tornar um livro de culto não apenas para corredores de vagas mas também para namoradas cumplíces, pais perplexos , professores coniventes e outros segmentos da sociedade fascinados com a alegria contagiosa de descer uma onda, em particular, e de viajar pelo mundo, em geral.
Esta edição apresenta uma selecção cuidada de fotografias do autor e inclui textos actuais que testemunham o seu envolvimento permanente com o oceano.


Editora: Clube do Autor
4ª edição revista e aumentada
Planisfério Pessoal Maio de 2005
Planisfério Pessoal
Planisfério Pessoal conta a volta ao mundo sem usar transporte aéreo que Gonçalo Cadilhe realizou durante 2003 e 2004. Recolhendo as crónicas publicadas na altura, em tempo real, no Expresso, no entanto o resultado final não é uma simples colecção de experiências de viagem. Para lá de todas as peripécias do itinerário ou do contacto com sociedades exóticas, o Gonçalo aborda questões tão diversificadas como a distorção das práticas de cooperação internacional, a indiferença cívica e activista dos portugueses ou a dívida histórica do capitalismo em relação à América Latina. Planisfério Pessoal é ao mesmo tempo profundo mas divertido, informado mas despretensioso, crítico mas optimista, confessional mas reservado. E, fundamentalmente, um convite à viagem, à partilha da viagem e, de um modo geral, a desfrutar da vida de uma forma intensa e deslumbrada.

Editora: Oficina do Livro
8ª edição